Blog do Wanderson Marçal


Dilma será eleita presidente.

   (enferrujado) O pleito presidencial, que consoante pesquisas findaria domingo último, será decidido apenas em segundo turno. Mas se a expectativa do tucanato era que este fato ocorresse com o crescimento de seu candidato, e qual seja, José Serra, ela não se concretizou, pois o que vimos foi uma opção do eleitorado por uma terceira via, a Marina Silva, e não pelo candidato do PSDB.

 Destarte, posso propugnar que a vitória de Dilma é inevitável e, por conseguinte, indubitável. Em todas as eleições que foram para o segundo turno no Brasil, o candidato que venceu o primeiro ratificou o êxito no segundo em 88% dos casos, e nos 12% que a tendência anterior foi quebrada, o candidato que liderou o pleito inicial ou venceu por margem ínfima ou possuía um índice de rejeição altíssimo, o que não é o caso, pois tanto a petista quanto o tucano, consoante pesquisas, são vistos com desconfiança por número semelhantes de eleitores.

 Em miúdos, caminhamos forte e irreversivelmente para mais 8 anos (Sim, oito) de governo petista. Que para o escriba que vos escreve (Rá) é razoável, visto que o governo Lula se não pôs fim às políticas neoliberais, tornou-as secundárias e deu ao Estado burguês a característica que mais se aproxima daquele que os proletários desejam, e qual seja, a de motriz da economia e das demais políticas de interesse da população.

  Agora, proletários (unidos), comentem.

 

 



Escrito por Wanderson Marçal às 19h57
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis